segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Festa da Democracia



Com 49,32% dos votos válidos Luana Bringel Rezende é eleita prefeita em Vitorino Freire. Depois de três tentativas malsucedidas e 12 anos de espera, a família Rezende não desistiu e volta a comandar o munícipio de Vitorino Freire com uma votação bastante expressiva. Foram 8,715,00 votos contra 6,506,00 diferença de 2,209,00 votos.
O atual gestor não conseguiu sua tão sonhada reeleição. Com seu grupo político esfacelado, o empresário Zé Leandro apostou em seu ego, peitou uma campanha praticamente sozinho, confiante na vitória acreditando que o povo o reelegeria por seu trabalho nos últimos 4 anos.

Com perfil pouco carismático e com fama de coronel, Zé Leandro não conseguiu o apoio necessário para vencer. Apoiado na eleição anterior por Ribamar e Dr. Chicão, conseguiu lograr êxito e ser eleito; quatro anos depois, brigou com seus apoiadores, Ribamar lançou seu filho Josimar Rodrigues para prefeito e Dr. Chicão passou a integrar o grupo de Luana.

Muito contestado em seu mandato e com decisões bastante impopulares enquanto gestor público, principalmente na reta final da campanha, o prefeito perdeu ainda mais apoio do povo. Hoje amarga uma derrota construída por si próprio.

Luana ganha a eleição e comemora o sabor da vitória junto dos eleitores na praça central, praça que foi recém reformada e entregue à população pelo atual prefeito que acreditava ser sua obra prima e que lhe traria o passaporte para mais um mandato, mas esqueceu de combinar com o povo que decidiu de forma totalmente diferente.

Ao encerrar seu mandato Zé Leandro volta para São Luís e Luana faz o caminho inverso, vem de São Luís para Vitorino. Boa Sorte para ela e que faça uma excelente administração, pois tem totais condições para isso.