sexta-feira, 28 de setembro de 2012

COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL, VOTO CONSCIENTE, ELEIÇÕES LIMPAS


“Quem não assina a carta, não tem compromisso com o povo”, falou de forma entusiasmada e com muita convicção Deuzalina Monteiro, Coordenadora da Rede de Defesa da Cidadania de Vitorino Freire, durante a passeata que antecipou o comício da cidadania, que percorreu as principais ruas e avenidas do município.

Representantes comunitá
rios das seguintes localidade marcaram presença ao evento: Centro dos Morenos, Alto Brasil, Serra do Amaro, São José dos Curicas, Juçaral-Mirim, Centro dos Bragas, Morada Nova, Centro dos Félix, Panela Furada, Pucunzal, Centro do José Rodrigues, Santa Cruz das Américas, Centro dos Carneiros, Marambaia 1, Capoeiras, São João do Grajaú, São João do Arapapá e Centro dos Balas.

Com faixas e cartazes mostraram a toda a sociedade vitorinense a reivindicação e diversas lideranças expressaram sua indignação por tanto desrespeito sofrido.

Foram programados vários momentos de reflexão, em que se colocou um caso concreto de violação de direito nas áreas de saúde, educação, saneamento básico, alimentação, moradia, lazer, transporte escolar.

Coincidência ou não, em frente à escola municipal foi visto por todos um caminhão, tipo “pau-de-arara” trafegando na qualidade de transporte escolar, num flagrante violação de direito, problema público já quase naturalizado entre nós.

“Estamos cansados de procurar, trazer abaixo assinado e as coisas não acontecem. Não dá mais para esperar, quero a vida do meu povo melhor”, afirmou num misto de alegria e indignação dona Graça, do Centro dos Morenos, representante do polo sindical.

Várias lideranças revezaram no uso do microfone, cantando e pronunciando as palavras de ordem, fazendo ecoar em Vitorino Freire o desejo único de todo militante social: “Direitos Humanos, Direitos de Todos!”

Por volta das 19:00 hs, os participantes da caminhada chegaram ao local do evento, na avenida principal de Vitorino Freire, ao lado da Igreja Católica, que foi interditada para a realização do Comício da Cidadania.

Tomando a palavra, Ianaldo Pimentel, membro da Coordenação Estadual dos Fóruns e Redes de Cidadania, repetiu disposição constitucional, que foi repetida várias vezes pelos presentes, de punhos cerrados, numa demonstração clara da sua realização: “Todo poder vem do povo”

Compareceram os dois candidatos ao cargo eletivo de Prefeito Municipal, Margareth Bringel e José Leandro, além de vários candidatos das duas coligações ao cargo de vereador.

Quanto ao povo, os coordenadores locais se sentiriam satisfeitos e felizes com a presença e participação da cidadania vitorinense, contando-se mais de 1.200 pessoas.

Lido a carta compromisso, foi submetida primeiro ao povo, que respondeu afirmativamente concordar com todos os itens colocados no documento, repetindo várias vezes: “Eu concordo, eu quero que assine”.

Foi concedido aos dois candidatos tempo igual para o uso da palavra, dirigindo ao povo suas considerações sobre a Carta Compromisso.

Indagados, os dois responderam afirmativamente que assinavam o documento, formalizando em seguida, momento que causou grande entusiasmo e alegria no povo presente.

O Ato foi encerrado com a entoação do Hino Nacional, cântico que se fez reflexão: se amamos o Brasil, sendo assim, desse jeito, sendo tão injusto no cotidiano dos cidadãos, imagine se for realmente uma “pátria mãe gentil”?

Ao final, a afirmação definitiva dos grupos locais articuladores do evento de que essa luta não pode parar, deve gerar mais organização, para ter mais conquista.

Todo poder vem do povo!

Para ler, divulgar e fazer ato público em seu município, acesse o link em seguida da Carta Compromisso



Jurista Jorge Moreno





quarta-feira, 26 de setembro de 2012

60 anos

Ontem foi o aniversário de Vitorino Freire, nossa cidade comemorou 60 anos de emancipação política, mas apesar de ser uma data significativa, as comemorações não corresponderam às expectativas da população. Todos os anos a prefeitura organiza um desfile cívico, mas o deste ano foi no mínimo vergonhoso. Há que se reconhecer os esforços das escolas, professores, alunos, pais, atletas e demais pessoas que não mediram esforços para que fosse realizado o desfile; os próprios pais pagaram a confecção das roupas, acessórios e incentivaram seus filhos a participar dessa demostração de amor a Vitorino; mas por outro lado, a organização deixou muito a desejar. Foi o pior dos desfiles de 25 de setembro que já vi. 

Até há poucos anos, comemorávamos o dia da Independência (07/09) e o aniversário da cidade (25/09), apesar da proximidade das datas, as duas comemorações eram muito bonitas e disputadas, todos queriam ver e participar; de uns tempos pra cá resolveram comemorar apenas o dia 25 e se continuar nesse ritmo, em poucos anos, nem o aniversário será comemorado mais.

Quanto ao desfile em si, dois detalhes chamaram bastante a atenção dos espectadores, o primeiro deles é que eram os carros de som que faziam as vezes de banda marcial, apesar de ter uma banda "de verdade" no desfile, e segundo, mas não tão engraçado quanto o primeiro, era a pouca roupa das meninas que desfilavam. Crianças e adolescente usando microssaias que mostravam muito mais que o necessário. Como se achassem pouco o tamanho das saias, os organizadores colocaram uma adolescente em uma fantasia que deixava à mostra toda a região glútea, a garota vestia uma peça íntima estilo "fio-dental", o curioso é que a a fantasia cobria praticamente todo o corpo, exceto a bumbum. O desfile foi mal organizado e desvirtuado quando à sua real finalidade e, como quase tudo que se faz nesse país, bastante apelativo.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Preso acusado de estuprar menina de 12 anos e transmitir DST.



Buriticupu – Policiais civis da cidade de Buriticupu a 160 km de Açailândia, comandos pelo o delegado Dr. Carlos Alessandro Rodrigues Assis, prenderam por volta das 16h30min. da ultima

 quarta-feira 05/09 naquela cidade, um homem identificado como:Francisco Rosa de Brito(27), vulgo “LILI”, natural de Vitorino Freire-MA.

Contra o mesmo pesa a acusação de ter estuprado uma garota de apenas 12 (doze) anos de idade. Através do Exame de Conjunção Carnal, foi constatados vestígios de conjunção carnal e transmissão de doença venérea para a adolescente, o que complica mais ainda a situação do suspeito.

Por Antônio Marcos

Fonte: Blog Rei dos Bastidores

sábado, 8 de setembro de 2012

Estratégias certas e erradas

Nossos candidatos têm vacilado em suas estratégias políticos, fazendo uma breve análise da campanha dos dois, é possível constatar que as estratégias erradas de um tem fortalecido a campanha do outro. A candidata pmdebista resolveu partir para o ataque, enquanto o candidato ptdobista optou pela defensiva. Ontem aconteceu mais uma manifestação do candidato da situação, Zé Leandro, e contou com a presença do prefeito afastado Ribamar Rodrigues. A presença do ex-prefeito, mesmo tendo sido legitimamente afastado pela justiça por possíveis irregularidades durante sua gestão, elevou os ânimos de muitos eleitores e preocupou o grupo oposicionista que via no afastamento do prefeito uma oportunidade para ganhar espaço e conquistar eleitores, mas ao que parece, o tiro da oposição saiu pela culatra. Depois de um mês longe, Ribamar retorna à cidade e é recebido como quem volta do exílio e em discurso inflamado declara amor ao povo vitorinense, ou seja, tudo que a oposição não queria e não esperava. Um dia antes, em seu comício, a oposição partiu de vez para o ataque, fazendo inclusive ofensas pessoas, sérias acusações e promessas de fazer o adversário se retratar em público. No frigir dos ovos, a oposição tem se colocado no papel de vilã e a situação na defensiva se portando como mocinho da história.

Enquanto um partiu para a provocação, o outro preferiu não responder e no dia seguinte às provocações, organizou a caminha da paz juntamente com a caminhada das "mulheres do 70", todas vestidas de branco. No final da noite, quando lhe foi passado o microfone, Zé Leandro, em posse de seu plano de governo, mostrou que tem proposta para Vitorino, desqualificando o que havia sido dito no palanque do adversário na noite anterior e no final do discurso, o candidato soltou pombas brancas simbolizando paz.

Ao que parece, Zé Leandro está sempre a um passo a frente da candidata Margareth que vem logo atrás no encalço do adversário. A oposição tem demonstrado pouca organização e estratégias erradas.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Vão-se os eleitores e ficam os políticos

Em época de eleições em Vitorino é sempre assim: vão-se os eleitores e ficam os políticos. No sábado, primeiro do mês de setembro, foi mais uma data que vai entrar para as estatísticas de tragédias do período eleitoral. Os candidatos deveriam ter um pouco mais de responsabilidade ao realizar suas manifestações políticas. Os eleitores são incitados a seguir seus respectivos candidatos onde quer que eles estejam; em dia de comício, o chamamento geral, carros de sons sobem e descem a cidade convidando a população a se fazer presente para ouvir e aplaudir o candidato da vez; no dia seguinte a cena se repete, mas quem chama é o outro candidato.

O carro de som anuncia coisas do tipo: "o candidato tal convida a todos para o maior comício da história política de Vitorino, vá e leve sua família, TEREMOS CARROS DISPONÍVEIS PARA LEVAR E PARA TRAZER". Muita gente atende o chamado e sai do conforto do seu lar para assistir e ouvir o que os candidatos têm a dizer, até aí tudo bem, o problema é que as pessoas não se dão conta dos riscos que correm ao viajar pelas vias precárias e em trasportes inadequados para passageiros.

O risco é iminente e as tragédias sempre acontecem,  a mais recente ocorreu na noite do último sábado. Acidentes dos dois lados, os dois grupos sofreram baixa. Um homem conhecido como Dedé, que voltava de um comício em um povoado da cidade, se desequilibrou e caiu da carroceria da caminhonete em que viajava, na queda bateu violentamente com a cabeça e morreu na hora.

O outro acidente, também envolvendo o transporte irregular de passageiro, ocorreu praticamente  no mesmo horário que primeiro caso citado, mas em em outro região da cidade; o caminhão saiu da estrada após a cobertura da carroceria ceder com o peso das pessoas que viajavam em cima. Veja as fotos e entenda melhor o absurdo que acontece por aqui.




Enquanto os candidatos viagem no conforto de suas hi-lux e S10, os eleitores são trasportados em caminhões pau-de-arara correndo risco de morte. Nesse caso o absurdo é ainda maior porque além de o transporte ser feito de forma precária, os próprios passageiros, no calor da emoção, acabam contribuindo para o pior. Alguns mais afoitos, devido à lotação da carroceria ou por simples vontade de correr mais risco ainda, preferem viajar em cima da cobertura da carroceria, como foi o caso desse acidente; a cobertura não resistiu e tombou com o peso dos passageiros que viajavam em cima. Houve muita gente ferida, segundo informações, um homem teve os testículos decepados no acidente e outro morrido no hospital.