domingo, 2 de janeiro de 2011

Férias

Nessa época do ano a população de Vitorino Freire aumenta consideravelmente, e agora não foi diferente. Há muitas caras novas pela cidade, pessoas que um dia moraram por aqui, mas que resolveram tentar a vida em outras cidades. Ao retornar, ainda que para uma visita de poucos dias, muitas dessas pessoas chegam acompanhadas de outras que não conheciam essa pacata, mas aconchegante cidade do interior; são cônjuges, filhos, netos, primos ou amigos de algum vitorinense que traz a família para conhecer suas origens.

.

É verdade que não temos grandes atrações turísticas e por isso não existe nenhum tipo de estrutura para receber turistas, mas talvez por isso mesmo haja um certo encantamento por parte de quem chega, uma vez que os visitantes não apenas assistem à rotina, mas participam do dia-a-dia da cidade juntamente com seus anfitriões.

.

Os visitantes podem se deliciar com a peculiar culinária da região como, por exemplo, o arroz de cuxá, o baião de dois, a galinha caipira, a farinha de mandioca, o bolo de puba e o azeite de coco babaçu; muito bom tudo isso e a noite o programa é ir à praça central da cidade bater um bom papo e fazer novos amigos.

Um comentário:

  1. Olá João, você está certo, embora não haja grandes atrações turísticas, visitar o lugar onde nascemos e vivemos não tem preço, comer a comidinha caseira e sem igual da mãe, ah vida boa! Passei quase um mês aí e já sinto saudade de tudo isso que vc falou e principalmente dos familiares e amigos, que são a parte mais importante nisso tudo.
    Abraçoss

    ResponderExcluir

Aguarde! Publicaremos seu comentário.