sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Curiosidade

Esse blog é dedicado a Vitorino Freire, como todos sabem; mas, vez ou outra, posto temas diversos. Este post é um dos “diversos”. O amigo Castro publicou uma matéria interessante em seu site e eu resolvi dividir com os que visitam este blog.

Trata-se do “goleiro chamado Lukasz Merda que joga no time Cracovia da Polônia. Ele tem 30 anos e nasceu na cidade de Miedzyrzecz, no Oeste da Polônia, perto da fronteira com a Alemanha. Antes de jogar no Cracovia, ele defendeu por seis anos o Podbeskidzie Bielsko-Biala, equipe que atualmente não faz parte da elite do futebol da Polônia”.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Mylla Carvalho em Vitorino

Amanhã acontecerá um grande show gospel com Mylla Carvalho, ex-dançarina e vocalista da banda paraense Companhia do Calypso. O evento acontecerá nas imediações do estádio municipal Bandeirão e será aberto a toda a comunidade. O show é um oferecimento de Alex Cutrim em comemoração a seu aniversário.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Ano eleitoral.

Agora é pra valer! Começa a disputa pelos cargos eletivos mais cobiçados do país. Milhares de candidatos a representantes do povo brasileiro. O povo deve ser muito importante para eles, não é mesmo? Basta imaginarmos a quantidade de pessoas que querem representá-lo e o esforço que elas fazem para alcançar esse objetivo.

.

Pobres coitados são esses candidatos... gastam rios de dinheiro com divulgação, viagens, estruturas de palanques, favores em troca de votos; contratam pessoas, se expõem , vão aos lugares mais longínquos do país; tudo isso, única e exclusivamente, na tentativa de conquistar um voto de confiança do “povo”.

.

Que bom seria se cada candidato, depois de eleito, se esforçasse para fazer o melhor para o povo com o mesmo empenho dedicado à campanha, porém a realidade, infelizmente, é outra.

.

A Bíblia ensina que tudo tem seu tempo determinado. Há de se expor e tempo de se esconder! Estamos em ano de eleição, ou seja, no “tempo de se expor”.

.

Por toda parte é possível notar a presença de pessoas que há pouco nem sabíamos que existiam e que, de repente, se apresentam como solução para todos os nossos problemas e dilemas. Sem pedir licença, invadem nossa privacidade, nos ensurdecem com jingles e parodias de músicas manjadas que ninguém agüenta mais ouvir; emporcalham a cidade com santinhos, cartazes, faixas; fazem passeatas, visitam as famílias mais humildes prometendo mundos e fundos e na saída, ainda beijam as crianças que brincam na rua sem pavimentação que eles, depois de eleitos, não passarão nem perto. Passado o período eleitoral e toda a euforia da exposição, começa o “tempo de se esconder”, que é quando os eleitos se fecham em seus gabinetes bem confortáveis e inacessíveis ao eleitor.

.

É bem verdade que existem pessoas honestas e de caráter na política, mas, via de regra, o que mais se percebe é a grande quantidade de oportunistas que usam o cargo em beneficio próprio e transformam a máquina pública em cabide de empregos para seus correligionários e parentes.

.

Essa é a situação atual de Vitorino. Alguns candidatos de outras cidades, sem nenhuma ligação com a sociedade vitorinense, estão se apresentando como solução para nosso povo; é óbvio que tudo isso não passa de interesse pessoal. A intenção é apenas conseguir votos e mais nada. Porém o que mais revolta é saber que muitos de nós se deixam enganar por propostas fantasiosas que não passam de autopromoção se autores.