sábado, 17 de abril de 2010

Ministério Público requer demolição de ponte que põe população em risco

A matéria abaixo fui publicada no "Jornal Pequeno" no mês passado. As imagens não aparecem no texto original, tomei a liberdade de as publicar, uma vez que as mesmas constam nos meus arquivos recentes.

Uma antiga ponte sobre o rio Grajaú, ligando o município de Vitorino Freire a Altamira do Maranhão e Brejo de Areia, motivou uma Ação Civil Pública com pedido de Liminar promovida pelo Ministério Público do Maranhão. A ponte está em estado de abandono, com dois de seus vãos caídos e os demais prestes a cair.

Apesar de já estar sendo construída uma nova ponte ao lado da antiga, a estrutura permanece no local. De acordo laudo do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Maranhão, há risco iminente de desabamento da estrutura. A queda pode atingir vidas humanas e a integridade física das pessoas, além de poder afetar a construção da nova ponte, causando danos ao patrimônio público e deixando milhares de pessoas isoladas.

Esses riscos, que aumentam com a chegada do período chuvoso e o consequente aumento no volume do rio Grajaú, justificaram o pedido de Liminar. De acordo com os promotores de Justiça de Vitorino Freire, Pablo Bogéa Pereira Santos e Cláudio Rebêlo Correia Alencar, foram feitas inúmeras tentativas de resolver o problema junto à Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), mas nenhuma das solicitações foi, sequer, respondida. (Da Ascom / MPMA)

sábado, 10 de abril de 2010

Nota indesejada

Morreu nesta manhã Dalvilino Nunes de Oliveira, um dos pioneiros no comércio de Vitorino Freire. Já debilitado após sofrer um AVC há alguns meses, teve seu quadro clínico agravado na manhã de ontem (09/04) e veio a falecer na manhã de hoje. Morreu em casa, no seio da família. Seu corpo foi sepultado no final da tarde no povoado Lagoinha, onde o falecido morou por alguns anos.

Fica aqui nossa homenagem a esse empresário que tanto contribuiu para a economia da região. Para quem não se recorda o estabelecimento do então empresário Dalvilino, ficava localizado onde hoje é o Mercantil Muriah, próximo à praça central da cidade, à Rua Aparício Bandeira.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Manobra política contra a sociedade.

A votação que estava prevista para acontecer hoje no plenário da câmara dos deputados, fui adiada mais uma vez. Apesar de toda a mobilização popular, nossos “representantes” estão se lixando para a opinião publica.

Mas já era de se esperar essa atitude corporativista, uma vez que ¼ dos deputados estão sendo processados pelos mais diversos crimes, desde corrupção até trafico de drogas. Agora cabe a nós eleitores pesquisar e descobrir quem são os “fichas sujas” e não votarmos neles na próxima eleição.

Com ou sem a lei dos fichas sujas, nós é que decidimos quem serão nossos representantes. E cá entre nós: você não vai querer um criminoso com uma procuração para falar em seu nome, não é mesmo?!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Ficha limpa

A Lei Ficha Limpa irá remover das eleições candidatos que cometeram crimes sérios como desvio de verba pública, corrupção, assassinato e tráfico de drogas. Vamos pressionar nossos deputados conseguindo 2 milhões de assinaturas para mostrar que se eles não votarem pela "Ficha Limpa" não votaremos neles! Assine abaixo e depois divulgue para todo mundo: