sexta-feira, 19 de junho de 2009

Drogas! Uma triste realidade em Vitorino Freire.

É visível o aumento no número de viciados em drogas em nossa cidade. Vitorino Freire já foi conhecida por ser uma cidade pacata onde as pessoas dormiam com as portas apertas, ou seja, não se preocupavam com a segurança, pois eram raros os casos de furtos e roubos; porém, de uns tempos pra cá, esse quadro de tranqüilidade vem se transformando de forma preocupante.

Casos que antes só víamos em programas policiais de alguns canais de televisão; agora estamos vivenciando, não mais como meros telespectadores, mas como participantes dessa trágica realidade que a pouco aportou por aqui e que assola e destrói famílias em todo o mundo. Infelizmente fomos contaminados por essa praga mundial.

Lugares antes freqüentados até altas horas por amigos, namorados ou por simples transeuntes já não são tão freqüentados assim, as pessoas sentem medo e não é por acaso. Temos visto barbaridades praticadas por jovens viciados que não medem esforços pra conseguirem dinheiro para manter o vício.

É possível, em plena sociedade conservadora vitorinense, ver pessoas se drogando em alguns pontos da cidade. A população tenta se proteger como pode, seja reforçando as trancas das portas ou simplesmente não deixando a casa sozinha, ficando sempre alguém de guarda em casa.

Um comentário:

  1. Prezados amigos
    Há muito venho lendo e vendo o que tem acontecido no Brasil com relação aos nossos políticos. Não passa um dia sem que haja uma denuncia de atos de corrupção, falta de ética, e imoralidade por parte de nossos governantes.
    O Presidente Lula recentemente em defesa do Senador José Sarney definiu que no Brasil existem dois tipos de cidadãos. Aqueles para os quais não existe lei ou Constituição e os demais que estão submetidos aos rigores da lei.
    Aqueles que sofrem nas filas do SUS, ficando internados em macas nos corredores dos hospitais e aqueles que se tratam nos melhores hospitais do país com a melhor equipe médica. Em ambos os casos o contribuinte paga.
    É chegada a hora de parar de reclamar e partir para a ação antes que seja tarde demais.
    Minha proposta e que comecemos em conjunto a pensar numa ação coordenada para o dia 7 de setembro de 2009. É o dia em que comemoramos a independência de nossa pátria, a libertação de nosso povo. Não há momento melhor do que este para um protesto contra a pouca vergonha, os desmandos do governo e o fato de que pouco a pouco estamos perdendo nossa liberdade e democracia.
    Sugestões para o email laguardia.luizf@gmail.com

    ResponderExcluir

Aguarde! Publicaremos seu comentário.